Mais Esperança

16.05.2022

GIRA lança campanha contra estigma da doença mental 

“Doença Mental Não é Limite” é o tema de uma campanha de sensibilização contra o estigma da doença mental promovida pelo Grupo Intervenção e Reabilitação Ativa (Gira).

A partir de 12 de outubro, serão difundidos nas redes sociais um conjunto de vídeos sobre saúde e doença mental e formas de combater o estigma.

Ao todo, são 12 episódios, 12 temas e 12 razões para combater a discriminação de que são alvo as pessoas que sofrem de perturbações psicológicas.

Em Portugal, segundo dados referidos pelo GIRA, “um em cada cinco portugueses tem problemas de saúde mental.”

A saúde mental não é apenas ausência de doença, mas a capacidade de viver a vida com satisfação, diz Graça Cardoso, médica psiquiatra, presidente da “Recomeço” e membro da Lisbon Institute of Global Mental Health. A possibilidade de as pessoas usufruírem “das suas capacidades, realizarem coisas, terem trabalho útil, terem um sentimento de bem estar.”

Quanto à doença mental, pode bater à porta de qualquer um e requer cuidados médicos como qualquer outro problema de saúde. “A Doença Mental não é limite”, defendem os promotores da campanha. E uma experiência em doença mental não torna a pessoa incapacitada.

Para Sofia Couto, psicóloga e presidente da Gira, “a doença mental não é nem pode ser nunca uma barreira ao exercício da cidadania.”  O preconceito e o estigma “são barreiras que impedem as pessoas de usufruir dos seus direitos” e “devem ser eliminados quanto antes”

A doença mental “não define uma pessoa e este tema diz respeito a todos nós”, sublinham os autores da campanha.

Clique aqui para conhecer outras histórias do projeto Janela de Esperança,  uma iniciativa da SIC Esperança, Fundação Gulbenkian, BPI e Fundação La Caixa.